Avanços do HJFM - 10/10/2018, 11:00

Diretora do Hospital José Furtado de Mendonça fala sobre avanços e dificuldades

Gabriela dos Santos Matos assumiu a direção do HJFM no dia 06 de junho de 2015, quando destacou, na época, em pronunciamento, o seu compromisso em buscar solucionar os problemas existentes naquela casa de saúde.


Filipe Germano Midi img 6866 Gabriela Matos

A diretora do Hospital José Furtado de Mendonça, Gabriela Matos, falou com exclusividade ao Portal São Miguel Agora sobre os avanços e as dificuldades da unidade de saúde do município de São Miguel do Tapuio, no Piauí.

Gabriela dos Santos Matos assumiu a direção do HJFM no dia 06 de junho de 2015, quando destacou, na época, em pronunciamento, o seu compromisso em buscar solucionar os problemas existentes naquela casa de saúde.

Na manhã de hoje, 10 de outubro, Gabriela apontou a nossa equipe de reportagem os avanços conquistados, destacando como principal a reativação do Centro Cirúrgico em parceria com a Prefeitura Municipal, que já executou 386 procedimentos cirúrgicos incluindo GRANDES cirurgias como histerectomia, colecistectomia, hérnias inguinais, incisionais, umbilicais, epigástricas e PEQUENAS cirurgias como remoção de nevus e lipomas; Nova caixa d´água; Construção do muro; Reforma do necrotério; Construção do local adequado para acondicionamento do lixo hospitalar.

Outros avanços apontados pela diretora fazem menção a melhorias na ambientação e aquisição de materiais e equipamentos no Setor da Fisioterapia; Melhorias na ambientação das áreas externas e internas, fachada do Hospital, e na área da cozinha; Climatização de todas as enfermarias e do Posto de Enfermagem/Médico; Renovação 100% da rouparia e a Instalação do vídeo-monitoramento;

Em sua gestão frente ao Hospital, Grabela aponta ainda a aquisição de uma Ambulância, além da aquisição de vários equipamentos: 01 AUTOCLAVE, 02 MONITORES CARDÍACOS, 01 DESFIBRILADOR, 01 MACA CIRÚRGICA; Reforma da MESA de PARTO; 02 MACAS CIRÚRGICAS.

Durante a entrevista questionamos sobre o que poderia ser feito para melhorar, ainda mais, os serviços de atendimento da unidade de saúde, Gabriela pontuou que está em planejamento várias ações nesse sentido, entre elas a manutenção da realização das cirurgias eletivas; Recuperação do grupo gerador (que está em processo licitatório); Entrega da obra da Sala do Raio X e restabelecimento da realização dos exames de Raio X na Unidade de Saúde (que está com obras em andamento); Oferta a realização de exames laboratoriais e ultrassonografias através de terceirização de serviço; Aquisição de ventilador  mecânico; Aquisição de poltronas hospitalares para os 31 leitos disponíveis.

Além de citar melhorias na área externa do hospital – demanda junto ao Núcleo de Infraestrutura da SESAPI e cursos de capacitação em educação continuada e permanente para todos os funcionários, bem como a informatização da saúde.

Ao questionarmos sobre as dificuldades, Gabriela falou sobre o atraso salarial de funcionários, e que busca otimizar os recursos públicos escassos para manter os pagamentos em dia de fornecedores, folha de pessoal, manutenções preventivas e corretivas do dia-a-dia “essa realidade da falta de  dinheiro afeta o Brasil, o Piauí e a nossa Unidade de Saúde não é diferente, mas acreditamos na mudança positiva em relação a esse problema e a todos os outros que existirem num futuro breve” pontuou.

Outra dificuldade apontada foi à necessidade de um setor, ou um profissional, no hospital em Recursos Humanos e um de Apoio Jurídico.

Sala de Cirurgias 

Aquisição de nova Ambulância 

Equipamentos (Autoclave e Raio X)

 


Fonte: Redação
Comentários