Rompimento - 18/08/2018, 20:23

Ex-prefeito de Assunção do Piauí, Gabriel Mendes, esclarece rompimento político com o atual Gestor

"O rompimento já era esperado, pois desde o início do seu mandato, o mesmo já dava sinais e evidencias que não iria manter com o compromisso, o qual a eleição do sindicato foi apenas um pretexto para a confirmação do fato" esclarece Gabriel.


Divulgação Midi full prefeito gabriel mendes lopes  pmdb Gabriel Mendes - Ex-prefeito de Assunção do Piauí

Por meio de nota o ex-prefeito da cidade de Assunção do Piauí, Gabriel Mendes Lopes, esclarece sobre o rompimento político com o atual gestor da cidade, Netinho.  

De acordo com a nota, o rompimento partiu do atual gestor, sendo que o ex-prefeito ficou sabendo do ocorrido através de outras pessoas. “Gostaria de deixar claro que tal feito partiu do atual prefeito, como uma decisão única e exclusivamente sua. Em nenhum momento fui procurado para tratar deste assunto, fiquei sabendo que não fazia mais parte do grupo através de outras pessoas” disse Gabriel. 

Gabriel ainda destaca na nota que o pivô para a sua saída da base política da situação não foi a recente eleição do sindicato da cidade, mas os sinais e evidências  de que Netinho não iria manter com o compromisso político. Na nota o ex-prefeito ainda esclarece que “a eleição do sindicato foi apenas um pretexto para a confirmação do fato”.

Confira a nota na íntegra: 

Em respeito aos estimados cidadãos e cidadãs de Assunção do Piauí, venho publicamente esclarecer os motivos que levaram ao rompimento do acordo político o qual eu participava. Gostaria de deixar claro que tal feito partiu do atual prefeito, como uma decisão única e exclusivamente sua. Em nenhum momento fui procurado para tratar deste assunto, fiquei sabendo que não fazia mais parte do grupo através de outras pessoas e tudo se concretizou após o bloqueio das contas da Secretaria de Saúde e dias depois publicação da portaria de exoneração da secretária e tesoureira. Com isso, considero um rompimento sorrateiro e leviano, pois em nossos oitos anos de mandato cumpri todos os nossos compromissos com o prefeito atual, incluindo meu apoio para sua VITÓRIA nas urnas.

O rompimento já era esperado, pois desde o início do seu mandato, o mesmo já dava sinais e evidencias que não iria manter com o compromisso, o qual a eleição do sindicato foi apenas um pretexto para a confirmação do fato. Só em questão de ordem a respeito no qual o prefeito falou que "eu estava pedindo voto por baixo dos panos". Quero deixar claro que, em momento algum sai da minha residência para pedir voto para nenhum candidato que seja. Falei na reunião que não iria apoiar ninguém e assim fiz, eles sabem como foi meu compromisso com o candidato da chapa concorrente a que ele apoiava, pois eu tinha um comprometimento com ele sim, mas não através de voto como deixei claro para todos eles. Por isso não considero nenhuma traição da minha parte. Sobre os áudios vinculados em grupos de whatsapp e redes sociais com injurias e difamações sobre minha pessoa e as de minha família, quero dizer que lamento muito e que não esperava tamanha atitude. Como já é de conhecimento da população assunçãoense, prezo pelo respeito e mantenho minhas condutas morais, preservando o equilíbrio, sem partir para uso de palavras de baixo calão. E como sempre foi, serei julgado apenas pelos que realmente importa, o POVO. Durante toda minha administração sempre honrei o cargo o qual me confiaram, enfrentei muitas dificuldades, mas a todo o momento de cabeça erguida e pronto para ajudar quem me procurava. Nunca precisei de mídia para mostrar meu trabalho, em momento algum fugi de minhas obrigações, tão pouco entreguei minhas responsabilidades nas mãos de terceiros para conseguir êxito.

Aproveito a oportunidade para agradecer todo o apoio que tenho recebido durante os últimos dias, obrigado a cada um pelas ligações, cumprimentos e gestos de carinho, isso me fortalece mais ainda. Eu e minha família estamos bem, Deus está conosco. Espero ter deixado todos os pontos esclarecidos, pois muitos me pediram explicações.

 “Enquanto Deus estiver ao meu lado jamais caminharei sozinho”
 Gabriel Mendes Lopes
 


Fonte: Redação: Filipe Germano
Comentários