Crime - 01/07/2020, 17:28

Acusado de assassinar esposa por asfixia na zona rural de SMT segue foragido

O delegado Aldely Fontenele, titular da Delegacia de Castelo do Piauí, informou que já enviou à justiça o pedido de prisão preventiva do suspeito. Até o momento nenhuma informação do paradeiro do suspeito chegou aos investigadores.


Divulgação Midi antonio fagner de aguiar

Antônio Fagner de Aguiar, apontado como o principal suspeito de assassinar por asfixia a companheira identificada como Lia Vanessa, de 37 anos, segue foragido desde a data do crime. O feminicídio foi praticado na madrugada da quarta-feira 24 de junho, na zona rural de São Miguel do Tapuio, distante 227 km de Teresina.

O delegado Aldely Fontenele, titular da Delegacia de Castelo do Piauí, informou que já enviou à justiça o pedido de prisão preventiva do suspeito. Até o momento nenhuma informação do paradeiro do suspeito chegou aos investigadores.

“Desde o dia o crime estamos tentando prender esse indivíduo, mas até agora não logramos êxito. Na sexta-feira (26), enviei ao juiz o pedido de prisão preventiva, que deve ter o resultado divulgado ainda hoje. Também já acionamos outros delegados, porque o homem é natural do Pará e ele pode estar indo para essa região”, contou Aldely Fontenele.

O crime

Segundo a Polícia Civil, Lia Vanessa foi encontrada morta dentro do quarto da própria residência, pela filha de 10 anos, com um pano na boca e com sinais de violência sexual. A vítima estava em processo de separação com o acusado.


Fonte: GP1
Comentários