Crime - 18/08/2018, 17:01

Vereador Reginaldo de CDP tem pedido de revogação da prisão negado

O vereador é acusado de tentar matar o empresário Nilton César Alves Nogueira, em São Miguel do Tapuio.


Divulgação Midi reginaldo goncalves lima 39481 Vereador Reginaldo

O juiz de direito Alexandre Alberto Teodoro da Silva negou pedido de revogação da prisão preventiva impetrado pelo vereador de Castelo do Piauí, Reginaldo Gonçalves Lima, acusado de tentar matar o empresário Nilton César Alves Nogueira, em São Miguel do Tapuio. A decisão é da última quinta-feira (16).

O vereador alegou diversos argumentos de ordem pessoal, bem como sustentou ser incabível a prisão preventiva ao caso.

Na decisão, o juiz destacou que as condições pessoais não se prestam a necessariamente indicar a revogação da prisão preventiva, com o fim de aplicar ao requerente medidas cautelares diversas da prisão preventiva.

De acordo com o magistrado, a decisão que decretou a prisão preventiva sustentou-se na ordem pública e na conveniência da instrução criminal, “uma vez que o réu se evadiu do distrito da culpa, sendo preso já na cidade de Altos, dias após o cometimento da suposta tentativa de homicídio”.

Por fim, alegando inexistir fato novo que altere a condição da prisão preventiva, o juiz decidiu que a mesma deve ser mantida.

O crime

No dia 1º de agosto, o empresário Nilton César Alves Nogueira, proprietário da loja de veículos “César Motocar”, do “Posto Nogueira”, de uma pousada e de uma churrascaria, sofreu uma tentativa de homicídio na cidade de São Miguel do Tapuio

De acordo com informações do capitão Cruz, comandante da Polícia Militar de São Miguel do Tapuio, o empresário estava próximo aos Correios do município, quando foi abordado por um homem. “Um cara em uma moto Bros branca atirou nele e depois fugiu”, contou o militar na época do fato.

Antonio Cicero Moreira Bezerra, acusado de participação na tentativa de homicídio, foi preso no dia do crime.

Menos de 48 horas depois do crime, o vereador Reginaldo Gonçalves Lima foi preso pela Polícia Civil, na cidade de Altos, acusado da tentativa de homicídio.


Fonte: GP1
Comentários