Banco - 10/08/2018, 14:00

Prefeito Lincoln Matos busca normalização da Agência do BB de São Miguel do Tapuio

Desde o dia 29 de julho de 2017, quando a agência de São Miguel do Tapuio foi explodida por criminosos, a população ficou desassistida pela instituição financeira, que se tornou apenas posto de atendimento. Para realizar saques as pessoas precisam viajar para outras cidades, entre os destinos estão Campo Maior e Crateús.


Divulgação Midi img 20180810 wa0007 Reunião

O prefeito Lincoln Matos – PTB, reuniu-se na manhã de hoje, 10 de agosto, com a gerência do Banco do Brasil em Teresina. O encontro teve como objetivo agilizar a normalização do funcionamento da agência da cidade de São Miguel do Tapuio, no Piauí.

Participaram da reunião o gerente geral do setor público do Banco do Brasil, Robert Stenio de Freitas Bandeira, e o gerente de relacionamento do setor público do Banco do Brasil, Bernardo Souza de Aquino Filho, além do gerente adjunto, Neto.

Lincoln Matos destacou que durante a reunião foi apresentado, pela direção da instituição financeira, o propósito de agilizar a normalização do seu funcionamento. “Apresentaram-me a recuperação do prédio em andamento e linhas de crédito disponíveis, prevendo para muito breve a adoção do CARTÃO CIDADE” disse o Gestor.

Lincoln Matos ainda destacou que a gerência do BB está ciente das dificuldades que a população são-miguelense vem enfrentando. “Cientes das dificuldades para a população em geral, assumiram compromisso de envidar esforços para melhorar o atendimento ao público” pontuou.

Desde o dia 29 de julho de 2017, quando a agência de São Miguel do Tapuio foi explodida por criminosos, a população ficou desassistida pela instituição financeira, que se tornou apenas posto de atendimento. Para realizar saques as pessoas precisam viajar para outras cidades, entre os destinos estão Campo Maior e Crateús.

Com o fechamento da agência local o comércio do município foi diretamente prejudicado, em vista que a população que sai em busca de dinheiro em outras cidades, acaba deixando seus proventos na cidade destino.

Recentemente o Estadão de S. Paulo divulgou uma matéria onde tem como título “Aposentado precisa viajar para ter 'dinheiro vivo'”, destacando que com a falta de dinheiro em municípios do interior do Brasil, cada vez mais idosos viajam para sacar a aposentadoria. Eles têm feito a festa dos lojistas das cidades que têm bancos operando normalmente. Crateús, no Ceará, é um exemplo e atrai pensionistas de mais de dez cidades cearenses e piauienses.

O prefeito Lincoln Matos tem buscado, junto a gerência do BB, a reativação da agência no município.


Fonte: Redação
Comentários