Projeto Rondon - 16/05/2018, 10:38

Projeto Rondon contemplará São Miguel do Tapuio em 2019

O projeto vai contar com duas etapas, no primeiro momento 14 cidades da região norte vão receber em janeiro de 2019 e em julho serão beneficiados 10 municípios da região sul do estado. Essa é a primeira vez em que as duas fases irão acontecer em um mesmo estado consecutivamente.


Divulgação Midi full projeto

Aconteceu na manhã da ultima terça-feira (15), no palácio de Karnak, a solenidade de lançamento do Projeto Rondon Operação Parnaíba. A cerimônia contou com a presença do governador do estado, Wellington Dias, vice-governadora, Margarete Coelho, do presidente da APPM, Gil Carlos, além de prefeitos e outras autoridades.

O projeto vai contar com duas etapas, no primeiro momento 14 cidades da região norte vão receber em janeiro de 2019 e em julho serão beneficiados 10 municípios da região sul do estado. Essa é a primeira vez em que as duas fases irão acontecer em um mesmo estado consecutivamente.

Os munícipios confirmados para o projeto na região norte são: Boa Hora do Piauí, Boqueirão do Piauí, Cabeceiras do Piauí, Castelo do Piauí, Matias Olímpio, Morro do Chapéu, Nossa Senhora de Nazaré, Nossa Senhora dos Remédios, Porto e São Miguel do Tapuio. Pelo menos mais quatro munícipios serão confirmados.

O presidente da APPM, Gil Carlos, relembrou que o Piauí já recebeu o projeto anteriormente e que isso marca a história dos municípios que já receberam. “Lembro de quando era criança quando o projeto chegou na cidade de São João e todos ficaram maravilhados. E agora como gestor e presidente da APPM o nosso estado outra vez irá recebê-lo. É um momento importante de integração, onde universitários que são voluntários de qualquer canto do país ajudam a transmitir conhecimentos para outros brasileiros”, afirmou o presidente.

Durante a execução do projeto serão realizados minicursos, palestras e ações de intervenções no cotidiano das comunidades, e os participantes sairão com certificados reconhecidos por instituições de ensino nacionais. O coordenador geral do Projeto Rondon, Vice-Almirante, Cardoso Gomes, ressaltou que o projeto busca integrar ainda mais o país. “Nós trazemos jovens que irão somar e, acima de tudo, vão absolver muito no Piauí. Infelizmente não podemos estar em todos os municípios, mas queremos agradecer em nome do Ministério da Defesa a todos os parceiros e a todos por abraçar esse projeto”, disse o coordenador.

O governador do Piauí, Wellington Dias, comentou que o projeto tem uma importância tanto na educação, como na assistência social e na cultura. “A importância do projeto é essa integração e como o presidente da APPM Gil Carlos afirmou em sua fala, o nosso país é composto por várias realidades. É ter pessoas com oportunidade de ter contato com outra cultura e isso muda a vida de quem é voluntário do projeto. E isso tem um efeito extraordinário no âmbito social e pessoal”, finaliza.


Fonte: Redação
Comentários