Educação - 11/03/2017, 10:50

Professores passam por formação do PNAIC em São Miguel

No município 67 professores da rede municipal participam da capacitação que é orientada por Ana Marta, Evilane Alves e Poliana Marques, que trabalham a socialização da proposta do Caderno 5 – A oralidade, a leitura e a escrita no Clico de Alfabetização.


Filipe Germano Midi img 4570

A Secretaria Municipal de Educação do município de São Miguel do Tapuio, no Piauí, deu inicio na manhã de hoje (11) a formação e aperfeiçoamento de professores alfabetizadores, atividades referentes ao Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa – PNAIC.

O pacto tem o desafio de Garantir o direito à alfabetização plena a todas as crianças até os 8 anos de idade e é dividido em quatro eixos de atuação: formação continuada de professores alfabetizadores; elaboração e distribuição de materiais didáticos e pedagógicos; avaliações; e gestão, controle social e mobilização.

No município 67 professores da rede municipal participam da capacitação que é orientada por Ana Marta, Evilane Alves e Poliana Marques, que trabalham a socialização da proposta do Caderno 5 – A oralidade, a leitura e a escrita no Clico de Alfabetização.

Para Poliana Marques, coordenadora da educação infantil, é fundamental que o professor alfabetizador tenha direito à formação continuada, algo que deve acompanhar esse educador ao longo de sua jornada docente.

Ana Marta destaca que aos oito anos de idade, as crianças precisam ter a compreensão do funcionamento do sistema de escrita; o domínio das correspondências grafofônicas, mesmo que dominem poucas convenções ortográficas irregulares e poucas regularidades que exijam conhecimentos morfológicos mais complexos; a fluência de leitura e o domínio de estratégias de compreensão e de produção de textos escritos.

A orientadora Evilane Alves trabalha, na grade de programação da formação, a leitura em pequenos grupos do texto “Formação de leitores na escola: leitura como pratica social”.

A programação de formação segue até às 17h no auditório do prédio do Programa Bolsa Família, localizado no centro da cidade.


Fonte: Redação
Comentários