Educação - 03/12/2017, 14:08

Professores de São M. do Tapuio participam de Fórum de Educação Empreendedora

O evento teve como público-alvo professores das escolas que executam o Programa de Educação Empreendedora do Sebrae.


Divulgação Midi 2ca0b6ad 2c65 44b4 8a07 1a54f1018e3d

O município de São Miguel do Tapuio, no Piauí, foi representado por 09 (nove) integrantes da rede municipal de ensino no 4º Fórum de Educação Empreendedora que teve como tema “Coaching para Docentes: Como Melhorar seu Desempenho!”. Realizado na última sexta, 01, o evento deu início às 14h, na sede do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae, em Teresina.

O evento teve como público-alvo professores das escolas que executam o Programa de Educação Empreendedora do Sebrae. Representando o município participaram o Fórum a diretora da unidade escolar Antônia Maria de Matos Silvana Dias, Irisdalva Arrais (Coordenadora Pedagógica), Alba Célia (Professora), Lusivanja (Coordenadora), Lucilene Beserra (Professora), Socorro Cruz (Professora), Juscineide Batista (professora), Evilane Alves (Coordenadora) e Valda Monte (Coordenadora).

Os consultores do Sebrae no Piauí, Denízia Rodrigues e Ciro Ito Ota, conduziram o fórum e apresentaram algumas estratégias para que os professores e gestores possam obter resultados cada vez mais exitosos na gestão escolar.

PROGRAMA EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA

O Programa de Educação Empreendedora foi criado para ampliar, promover e disseminar o empreendedorismo entre os jovens.

Para estudantes de Ensino Fundamental, o Sebrae executa o Projeto Jovens Empreendedores Primeiros Passos, JEPP. Já para estudantes do Ensino Médio é ofertada a solução Despertar.

O JEPP é composto de módulos para cada um dos nove anos do Ensino Fundamental. Os temas do material utilizado durante as aulas são: O Mundo das Ervas Aromáticas, Temperos Naturais, Oficina de Brinquedos Ecológicos, Locadora de Produtos, Sabores de Cores, Ecopapelaria, Artesanato Sustentável, Empreendedorismo Social e Novas Ideias, Grandes Negócios.

As apostilas têm linguagem adequada à idade dos alunos. São ilustradas, coloridas e construídas de tal forma que se constituem em material de leitura, elaboração, registro e fundamentação, tanto para os estudantes quanto para os professores.

Já a solução educacional Despertar tem como objetivo estimular o empreendedorismo entre estudantes do Ensino Médio. O curso está dividido em 11 encontros presenciais e atividades de campo, que correspondem a 84 horas de capacitação.

A metodologia do Despertar estimula os estudantes a ter uma visão ampla do empreendedorismo, que engloba a cooperação, a cidadania e a ética. Ao final do curso, espera-se que eles estejam mais proativos e comprometidos com o seu desenvolvimento e crescimento pessoal e profissional.


Fonte: Redação
Comentários